Pitaco sobre o egocentrismo alheio

Das habilidades que eu tenho, observar ainda é uma das que faço melhor (parafraseando Saramago, que diz que “das habilidades que o mundo tem, dar voltas ainda é a que faz melhor”, grande verdade). E uma coisa que venho observando nas pessoas é como muitas são personalistas. Egocêntricas, acham que o mundo gira ao redor delas. Tudo que falam é sobre elas. O que elas pensam, contam coisas pelas quais passaram, querem impôr suas opiniões pessoais como se fossem as únicas aceitáveis, acham que suas necessidades se sobrepõem às dos outros, acham que suas experiências são as mais marcantes, elas sabem de tudo, elas conseguem tudo, e se não conseguem colocam a culpa nos outros. Elas não ouvem você: simplesmente esperam você acabar de falar pra voltar a falar de si. E se frustram se você não fizer cara de “meu Deus, a sua vida é tão interessante”. São muito, muito, muito chatas pessoas assim.

Eu faço uma conexão disso com o tempo em que a gente vive hoje. É tanta exposição, tanto Facebook, tanto twitter, tanto Google+, tanta rede social, tanto reality show, que vivemos nessa era de “preciso mostrar quem eu sou, falar de mim, contar meus casos, preciso de audiência”. Freud explica. Tenho certeza que explica. Isso não passa de carência afetiva. Pode ver no Facebook, que hoje é a mais democrática das redes sociais. Dê uma olhada em sua timeline agora. Vai ver quantas pessoas estão fazendo da rede um diário. Contando seus problemas, dando indiretas, exibindo seus pontos fortes em fotos bonitas, frases de impacto, opiniões incendiárias e expondo assim, sua maior fraqueza: essa carência toda. E essa falta de habilidade de debater coisas, ideias, assuntos, sempre caindo na mesmice do “eu, eu, eu”, e sempre despejando suas opiniões formadas, inflexíveis, incapazes de refletir, processar, discutir e, quem sabe, mudar de opinião. Elas não tem opinião. Tem dogmas, verdades absolutas, tiradas não sei de onde. Uma notícia pra vocês: isso é muito chato. Comecem a pensar nisso. Saiam da pauta de vez em quando pra ver se os outros se interessam realmente em trocar ideias com vocês.

E aí, pra fechar, vou deixar o link de uma matéria muito fofa sobre um livro, indicada por minha amiga Letícia, que viu no Facebook de nosso amigo Pedro (o Facebook tem lá sua utilidade). Nesse livro, crianças dão definições sobre as coisas, como uma espécie de dicionário criado por elas. Elas dizem o que significam algumas palavras. Por exemplo (olha como calhou com o assunto do dia): “adulto: pessoa que em toda coisa que fala, fala primeiro dela mesma”. Hum… sábia definição.

Mas a melhor de todas é sobre Deus: “Deus é o amor com cabelo grande e poderes”. Podia ser mais certo?

Leiam, é bonito demais –> Aqui.

6 responses to this post.

  1. massa o link.🙂 as definições são excelentes

    Responder

  2. Nardele, nem me fala dessas coisas que cada vez mais tenho valorizado as pessoas que sabem ouvir, ao invés de apenas contar os segundos para voltar a falar. Tudo bem que sou tagarela, ihihihi, mas gosto muito de saber o que a pessoa está trazendo para a conversa, adoro que me contem suas experiências, nada substitui essa troca, nem face, nem insta (já têm apelidos esses danados!). E por falar nisso, adorei o nosso papo no evento da natura! Curta muito seus produtinhos e me conta se vc gostou do batom nude! Beijocas!

    Responder

  3. Ah, Nardele… que delícia ler teus posts!
    Poderia passar uma vida escrevendo aqui o quão bacana que é.

    Mas, falta-me tempo, sabe? A vida é um turbilhão de expectativas e cada segundo atropela o outro sem nem pensar duas vezes. E assim, vai seguindo…
    Entre milhões de desatinos e coisas pra fazer, paro um segundo apenas para ler teus pensamentos e refletir um pouco sobre os meus. Logo após, respiro. Respiro. Respiro fundo. Alinho e alongo os ombros e volto à jornada atarefada de trabalho. Ufa!
    Quantas coisas!!!

    Bom mesmo é ter este minúsculo tempo para fomentar ideias e pensamentos. Para higienizar o cérebro e despejar tantas bobices que lemos por aí… não é mesmo?

    Obrigada!🙂

    Responder

  4. Posted by gilcar carvalho on 30 de Maio de 2013 at 8:54

    Muito bom seu texto. Reflexivo sobre o comportamento atual do egoísmo. Realmente acho essa necessidade de se “mostrar” uma espécie de “válvula de escape”, que as pessoas utilizam para “Ser”, para “fazer parte” de algo, para que sejam lembradas, com medo de cair no anonimato e esquecimento q é a vida nas grandes cidades.

    Responder

  5. Posted by Joselito on 26 de Junho de 2013 at 9:23

    Muito bom este texto e por isso compartilho uma mensagem a ser compartilhada com seus seguidores.Ah propósito você estudou no Salette?

    MUDANÇAS IMPORTANTES NO CONGRESSO BRASILEIRO

    É assim que começa.
    Peço a cada destinatário para encaminhar este e-mail a um mínimo de vinte pessoas em sua lista de endereços, pedindo a cada um deles para fazer o mesmo.

    Em três dias, a maioria das pessoas no Brasil terá esta mensagem. Esta é uma idéia que realmente deve ser considerada e repassada para o Povo.
    Lei de Reforma do Congresso de 2013 (emenda à Constituição) PEC de iniciativa popular: Lei de Reforma do Congresso (proposta de emenda à Constituição Federal)

    1. Fica abolida qualquer sessão secreta e não-pública para qualquer deliberação efetiva de qualquer uma das duas Casas do Congresso Nacional. Todas as suas sessões passam a ser abertas ao público e à imprensa escrita, radiofônica e televisiva.

    2. O congressista será assalariado somente durante o mandato. Não haverá ‘aposentadoria por tempo de parlamentar’, mas contará o prazo de mandato exercido para agregar ao seu tempo de serviço junto ao INSS referente à sua profissão civil.

    3. O Congresso (congressistas e funcionários) contribui para o INSS. Toda a contribuição (passada, presente e futura) para o fundo atual de aposentadoria do Congresso passará para o regime do INSS imediatamente. Os senhores Congressistas participarão dos benefícios dentro do regime do INSS exatamente como todos outros brasileiros. O fundo de aposentadoria não pode ser usado para qualquer outra finalidade.

    4. Os senhores congressistas e assessores devem pagar por seus planos de aposentadoria, assim como todos os brasileiros.

    5. Aos Congressistas fica vetado aumentar seus próprios salários e gratificações fora dos padrões do crescimento de salários da população em geral, no mesmo período.

    6. O Congresso e seus agregados perdem seus atuais seguros de saúde pagos pelos contribuintes e passam a participar do mesmo sistema de saúde do povo brasileiro.

    7. O Congresso deve igualmente cumprir todas as leis que impõe ao povo brasileiro, sem qualquer imunidade que não aquela referente à total liberdade de expressão quando na tribuna do Congresso.

    8. Exercer um mandato no Congresso é uma honra, um privilégio e uma responsabilidade, não um uma carreira. Parlamentares não devem servir em mais de duas legislaturas consecutivas.

    9. É vetada a atividade de lobista ou de ‘consultor’ quando o objeto tiver qualquer laço com a causa pública.

    “Se cada pessoa repassar esta mensagem para um mínimo de vinte pessoas, em três dias a maioria das pessoas no Brasil receberá esta mensagem. A hora para esta PEC – Proposta de Emenda Constitucional – é AGORA.

    É ASSIM QUE VOCÊ PODE CONSERTAR O CONGRESSO.
    Se você concorda com o exposto, REPASSE.

    Por favor, mantenha esta mensagem CIRCULANDO para que possamos ajudar a reformar o Brasil.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: