Ufa.

Queria ser cantora. Nem que fosse só por um dia. Nem que fosse pra cantar só uma música. Seria precisamente essa.

Porque ninguém precisa dizer mais nada.

3 responses to this post.

  1. Posted by Maslowa Tourinho on 25 de Abril de 2011 at 22:13

    “É uma pena, mas você não vale a apena, não vale uma fisgada dessa dor, não cabe como rima de um poema, de tão pequeno…”

    SENSACIONAL!!!!! Áuuuuuu
    😀

    Responder

  2. Posted by Rejane on 26 de Abril de 2011 at 15:51

    Olhe, ouvi a música toda, mas sem olhar pra cara de Maria Rita.
    Eita mulherzinha insuportável!(desculpem-me os fãs)
    “…os amantes mal amados
    os amores mal vividos
    e o terror de ser deixada”
    É uma barra ser deixada, principalmente se temos alguma esperança de que o relacionamento dê certo, se criamos alguma expectativa.
    Em primeiro lugar devemos nos amar, né não?
    Se o outro não vê como sou linda e maravilhosa, problema dele que não sabe o que perdeu!! rs
    A terra gira e a fila anda. Vamos em frente.
    “Reabrindo a mesma velha ferida
    que é pra não ter recaída”
    Hmm, aí eu já não concordo. Acho que as feridas devem ser cicatrizadas, senão corremos o risco de sofrer de novo. E reviver o sofrimento não é bom.
    Agora, esquecer jamais, pra não ter recaída.
    Amar é a melhor coisa do mundo. Amar e ser amada é o máximo.
    E isso existe.
    Um beijo

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: