O que desperta a felicidade?

Estava aqui em meu quarto pensando… o que vale a vida pra mim? O que faz meu olho brilhar, o que me faz sorrir internamente, o que me faz sentir plena, feliz, com aquela sensação de “eu vivo pra sentir isso”? A gente sempre acha que se conhece muito bem, será que eu sei mesmo o que vale a vida pra mim? E vocês, será que sabem também?

Viajar, conhecer pessoas interessantes, ouvir música no carro (em qualquer lugar), ver a lua cheia, dizer o que eu sinto, ter amigos verdadeiros, fazer algo bem feito, fazer alguém sorrir, gritar, me sentir sexy, tomar chuva, beijar na boca, me emocionar, ter crise de riso, minha família, me arriscar por vontade, ir pro cinema, aprender um idioma novo, comer, rezar, amar, beber, tomar banho de mar no Porto da Barra, sentir o vento, me apaixonar, ficar sozinha, ter um blog, falar na rádio, acender incenso, dançar, cantar, ler.

Me dá mais 5 minutos e vou achar mais um monte de coisa. Mas eu quero saber, de verdade, sem ser aquela satisfação superficial. Lá no fundo, o que vale a vida pra você?

Advertisements

9 responses to this post.

  1. Posted by Iriis0 on 21 de Novembro de 2010 at 21:15

    Rapaz, eu nao sei exatamente o que é felicidade para mim. Mas eu sei que jogar bola me faz muito, mas muito feliz mesmo. AHSUAIHSA, é isso.
    Um beijo.

    Responder

  2. Posted by Rejane on 21 de Novembro de 2010 at 21:58

    Oi, Nardele!

    Sem dúvida estar feliz ao lado de meu marido e meus filhos.
    Poder velejar, ver o sol se por e a lua cheia nascer. De preferência ao mesmo tempo como já vi, embarcada.
    Ter saúde, dois braços, duas pernas que me levam pra onde eu quero. (Hoje um jovem amigo tetraplégico veio almoçar conosco). Poder enxergar, poder ouvir aquela seleção de música clássica na Metrópole. Ouvir MPB, que eu adoooro!
    Cantar as músicas que gosto.
    Viajar. Ah, viajar! E na melhor companhia!
    Comer gostoso.
    E outras coisinhas mais… rsrs
    Um beijo

    Responder

  3. Posted by silvinha lacerda on 21 de Novembro de 2010 at 22:46

    oi dele!!
    me faz mto feliz, mas mto mesmooooooooooooo, brincar com minha filhota lulu. ouvir as gargalhadas dela qdo faço caretas ou finjo que sou um cachorrinho e vou correndo atras dela. fico feliz qdo eu, meu maridão e lulu estamos juntinhos curtindo um folguinha na praia. ter meus pais e meu irmão bem pertinho de mim com saude e felizes da vida!!!
    mta coisa me faz feliz!!
    mas uma coisa me faz extremamente feliz, ser a mãe da minha tão sonhada maria luiza!!!
    bjsss lindonaaaaaaa!!! amo seu blog

    Responder

  4. Acho que tentar melhorar o mundo pra quem vem depois. Sentir que contribuí de alguma maneira para que o mundo siga seus giros com mais cor, mais harmonia. E, em momentos mais umbigo, apreciar o talento de quem faz coisas lindas me deixa muito emocionada, geralmente. Pode ser um prédio, uma canção, um livro, um quadro, uma peça qualquer. Ver, apreciar, viajar na história de que, até algum momento, aquele coisa não existia ainda, mas aí Fulano ou Fulana veio e criou. Criação, criatividade, beleza, a real beleza, essas coisas sempre me dão a sensação de que a vida vale muito a pena.

    Adorei seu texto, by the way.

    Beijitos
    Rita

    Responder

  5. Posted by Bárbara on 23 de Novembro de 2010 at 8:15

    A felicidade é fragmentada, ou seja, temos mometos felizes. Mas devemos viver como queremos e do jeito que nos traz prazer. A felicidade não está num bar, numa boate, numa festa de camisa colorida como muita gente pensa. No silêncio, muitas vezes, ela se encontra. Num encontro com uma amiga (o) para assistir um filme num shopping ou simplesmente tomar um café. Sentir que está fazendo algo de útil pra você e pra alguém que está a seu lado. Seja no trabalh, num ponto de ônibus. Enfim, me sinto um E.T. porque sei que meu conceito de felicidade não se encaixa na felicidade que rotularam. Fazer o quê?! Vivo do jeito que quero e me sinto bem…

    Responder

  6. Posted by Marcelo Souto on 23 de Novembro de 2010 at 20:20

    Vale muito… diria até que vale tudo! Vale passar por situações tão difíceis em que você acha que o pequeno espaço de tempo em você esteve aqui neste plano chegou ao fim… e superá-las com maestria, de cabeça erguida. Vale conhecer pessoas interessantes e descobrir que elas parecem mais com você do que você era capaz de imaginar… amar estar com ela em alguns momentos e odiar em outros, simplesmente porque são iguais, e por serem assim, terem os mesmos defeitos. Vale ouvir uma música que te lembre alguém ou alguma ocasião e dar risada sozinho, mesmo que a pessoa do carro ao lado te ache um lunático. Vale beijar, se apaixonar, se desiludir e se apaixonar novamente… e por quantas vezes forem precisas. Vale tomar um porre, tirar férias em uma praia onde a população se limita à você, uma rede e um siri errante. Vale amar a sua família e os seus amigos e principalmente dizer isso à eles, sempre que lhe der vontade e nunca quando lhe for apenas cômodo. Vale conhecer lugares novos, culturas e idiomas dos quais você nunca ouviu falar… por isso são novos, e tudo que é novo é uma descoberta. Fascina. Vale se olhar no espelho e sentir-se bem… mas vale muito mais ainda ter um sorriso no rosto, problemas na cabeça e paz no coração.

    Responder

  7. Muita coisa…
    Felicidade compartilhada;
    alegria e risadas divididas;
    amor correspondido;
    ter saúde perfeita;
    poder enxergar, ouvir, andar, criar, fazer rir, ajudar, aprender e ensinar;
    tomar café, vinho, comer algo que tenha especial sabor, ouvir as músicas dos artistas preferidos, ler os autores que mais gosto;
    acordar livremente sem despertador ou horário a cumprir;
    trabalhar naquilo que gosto e ter a certeza que fui ou sou útil a alguém usando aquilo que recebi de dom de deus e da vida;
    ouvir o barulho da chuva;
    ter aquele papo gostoso com quem me identifico;
    rir com os mestres do riso;
    me emocionar e sentir a certeza de vez em quando de que a vida ainda vale a pena e que a humanidade não é um projeto fracassado de Deus…

    Responder

  8. Ah… faltou algumas outras…

    vibrar com a vitória dos meus times…
    admirar a beleza de uma mulher…

    Responder

  9. Posted by nardele on 28 de Novembro de 2010 at 19:10

    Íris, que máximo! Praticar um esporte que a gente ama é uma fonte gigantesca de felicidade mesmo! Arrase!

    Rejane, você pontuou bem, a gente nunca pensa nisso, mas ter saúde é uma fonte de felicidade, mesmo que silenciosa. Quando a gente fica doente é que percebe a dimensão da importância da saúde. Ah, ouvir música em boa companhia é tudo que hááá! Aproveite!]

    Silvinha, adorei! Sua família é linda e no final das contas estar junto de que se ama é o que vale a pena, né? E Lulu… como não ser infinitamente feliz sendo mãe daquela princesa? Beijo! 🙂

    Rita depois que li seu comentário fiquei pensando “queria ter dito isso”! hahaha. Mas é verdade. Me emociono muito, e profundamente, com a beleza. Beleza de um filme, de uma música, fico pensando “como aquele cara conseguiu fazer essa música tão linda? Juntar todos esses acordes perfeitos, eu não mudaria nenhuma nota. Ele deve ter sido muito iluminado pra ganhar de presente a autoria dessa música”. A arte me emociona demais. Adorei o seu post depois deste, by the way! 😉

    Amiga maquete! Primeira vez que vc me visita? Volteeee! A gente jamais deve mudar nosso jeito de ser, e de ser feliz, porque alguém acha que é inadequado. Dane-se! hahaha Simples assim! Seja feliz à sua maneira!

    Celo, adorei seu comentário, te disse, né? Faça logo seu blog! Pois é, o diferente encanta, e o parecido também, cada um de um jeito. Até quando a gente tá junto de alguém com as mesmas qualidades e defeitos. Comigo acontece muito de me ver no outro. Eu ouço a pessoa falar e penso “meu Deus, como ele conseguiu dizer o que eu tô pensando?” e isso é louco, mas é bom. E música pra mim é uma fonte interminável de momentos felizes. 🙂

    E Paulinho, felicidade compartilhada é tudo. Saber que aquele momento é tão especial pra você quanto pra outra pessoa, e poder estar junto e comemorar… perfeito! Barulho da chuva? Amor eterno! hahaha Trabalhar no que se gosta. Bom demais.

    Beijos a todos!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: