Cadê o SAC??

Se eu acreditasse mesmo em psicografia, ia querer que Saramago continuasse mandando umas coisas de lá pra cá. Mas eu nunca vi um escritor realmente bom e reconhecido mandar nada na “mão e contra-mão”, só uns espíritos com nomes que terminam em “us”, Lucius, Antonius, Leôncius, que ninguém nunca viu. Então deixa tudo do jeito que está, que ainda tem um monte de livros dele pra ler. Escritos em vida. Nessa vida.

Ontem fiz aniversário de novo. Eu acho o máximo fazer aniversário, só não concordo que a gente tenha que envelhecer concomitantemente. Eu, por exemplo, não vi esse tempo todo passar. 31 anos? Aonde (baianidade total)! Não passou isso tudo mesmo! Deve haver um SAC das idades registradas a mais por engano. Vou procurar no Google.

Por falar em Google, ontem alguma “mina” ou algum “mano” chegou ao meu blog digitando o seguinte no Google: “Como uma mina quer ser catada na adolescência”. Catada?? No meu tempo (ih, acho que 31 anos realmente passaram) na pior das hipóteses o povo “pegava” alguém. Hoje o povo “cata”. Mas esse negócio de catar é oficial? É aceito? Tipo “tô interessada nele, será que ele vai me catar?”, ou “e aí, tô querendo te catar hoje”? Acabo de descobrir que tenho um problema, “vai te catar” é uma das minhas frases prediletas. Será que agora perdeu o sentido? Em caso positivo, peço às pessoas que acham que “catar” tem algum fundo romântico que me ensinem como é que eu mando alguém “se catar” agora, ok? Preciso me atualizar.

E esqueçam o SAC, começo a aceitar a realidade.

Anúncios

5 responses to this post.

  1. Posted by Tr3ze_13 on 24 de Junho de 2010 at 14:37

    kkkk isso de “catar” é horrível, me vejo totalmente fora do contexto dos jovens de hoje em dia, tenho 16 anos, vejo meninas de 13 grávidas, de 14 que já são “donas de casa” e dou graças a Deus por ser tão “cabeça”. Eu não consigo conversar com minhas colegas da escola, pois eu quero falar de futebol, filmes, música, tv e elas querem falar de homem e só.
    E já que eh assim, fico na internet, leio blogs inteligentes como o seu, amadureço cada vez mais e esse comentário n tem qse nada av com post, e ta ficando longo demais, vou pro meu blog, pois seu post me inspirou. kkk
    Beijos.

    Responder

  2. Olá Nardele!

    Em primeiro lugar, admiro DEMAIS o seu trabalho e talento!
    Você é DEZ!

    Então… “catar” não é algo tão surpreendente numa geração onde IDENTIDADE é algo que se perdeu faz tempo. Não só a IDENTIDADE como o pudor, o respeito…
    Enfim… seja catar, colher, panhar, arregaçar, fuuu …..
    O trem tá feio! hahaha
    Não sei bem se vou estar viva para ver como será na proxima geração.

    🙂

    Responder

  3. Que é que eu faço comigo mesma por não ter te escrito no seu aniversário? Minto dizendo que liguei para o celular e que você, só para variar, não atendeu? Pronto! Opção aceita:
    Amigaaaaaa!!!! Liguei tanto para você e você não atendeu! Seu celular continua quebrado, é? Poxaaaa!!! Me atende, ou me liga! kkkk
    Oh, minha amiga linda!!!! Nossa amizade é enorme e você sabe disso… mesmo comigo tão longe, eu juro: penso em você todos os dias. E sinto sua falta absurdamente. ABSURDAMENTE. Estou numa terra estranha, ficando estranha também. Mas tem coisas na nossa vida que não mudam! Você viu o recado no twitter? Eu dizendo que tava me lembrando da loucura que foi seu são joâo passado? Bom, espero, no mínimo, que esteja tão bom quanto! Arebaba!!! hahaha
    te amo…
    MORRO DE SAUDADE. VOCÊ NÃO TEM IDEIA.

    Responder

  4. Uia, quase que somos “gêmeas” de datas de aniversário: 21/23! Bem que te vi toda serelepe ontem! Parabéns, aí, querida. Mesmo dia da minha sogrinha querida, ela que tem astral bom demais. Deve ser a noite junina que existe em vocês, hein?
    Beijo, linda, seja feliz, muito feliz! 31 é só um número. O que vale é a vontade. Mas disso você sabe bem.

    Abração,
    Rita

    Responder

  5. Posted by Vanessa on 1 de Junho de 2012 at 0:14

    O que me chamou a atenção no texto foi quando mencionou psicografia de nomes como Lucius e ninguém famoso. Há muito charlatanismo e pseudo-espiritismo (Zíbia e cia). Há obras psicografadas por Chico Xavier de Tolstói, Victor Hugo e Humberto de Campos (entre outros). Melhor dar uma pesquisa e conhecer mais a respeito de forma imparcial. Gostei dos seus textos! Tenho vindo com frequência aqui!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: