Sei lá, só sei que é assim

Este post não é direcionado a ninguém exatamente, surgiu de pequenas situações cotidianas que me fizeram lembrar deste meu rígido posicionamento.

Se há algo que não funciona comigo é pressão. “Você tem que ir àquele compromisso social”, “você tem que telefonar pra dar uma satisfação”, “você tem que ir me ver hoje”, “você tem que aparecer de vez em quando”, “você tem que isso e que aquilo…”. Não, detesto isso. Eu não “tenho que” nada. Eu faço o que eu tenho vontade de fazer. Nos dias em que eu fui a um compromisso social, em 99% das vezes eu quis ir, e fui feliz em ter ido, não fui cumprir uma agenda (existem exceções, é claro, mas são raras). No dia que eu ligar pra alguém é porque senti vontade de falar com essa pessoa, e não liguei pra me manter presente. Não acredito nessa presença. Tenho muitos amigos com quem falo uma vez por ano, e isso não quer dizer que eles não são importantes pra mim. No dia em que os encontro é como se tivéssemos nos visto há poucos dias. Com a diferença de que temos muitas novidades pra contar e nenhum encontro é chato. Não é pra acumular novidades que eu não ligo, eu simplesmente não sinto necessidade de ligar semanalmente pra dizer “olha, eu estou aqui se você precisar, eu estou regando o jardim da nossa amizade, os verdadeiros amigos se ligam pra dizer nada de vez em quando, ou pra saber se está tudo bem”. Ora, se não estiver tudo bem, meus amigos sabem que podem contar comigo. E também eu não sou um monstro, eu ligo quando sinto saudade, e é sempre genuíno.

Às vezes meus amigos me ligam e eu não atendo. Algumas vezes eu realmente não vejo, ou não posso atender, mas algumas vezes eu não quero falar. Isso quer dizer o que? “Oh céus, ela não é mais minha amiga, não me ama”. Socorro…

Talvez eu seja um tipo estranho sim, de amiga, de parente, de pessoa, já me disseram isso, me recriminaram, reclamaram, tudo bem, eu entendo! Mas e se eu for? Eu me sinto bem sendo assim. Eu faço bem aos meus amigos, mesmo se falo menos com eles do que a maioria das pessoas.

E se por acaso eu disser “olha, não estou com vontade de ir hoje”, ou “hoje eu não posso, já tenho outro compromisso”, entenda, não é nada pessoal. Eu simplesmente não estou no clima! E nesse caso não insista, porque normalmente é uma decisão só, então a insistência só vai desgastar as coisas. Eu sou persistente com os insistentes.

Ui, que desabafo!

Anúncios

6 responses to this post.

  1. Posted by sandro caldas on 1 de Novembro de 2009 at 19:42

    É difícil ser realmente livre para ser quem você é ,se existem tantas pessoas querendo colocar você em uma fôrma ! Acho, talvez, que amar alguém seja aceitar ou fazer um esforço para aceitar aquele ser humano com sua personalidade, torta ou não.

    Responder

  2. oi!
    Super concordo com vc! Tb sou assim!!
    Mas… precisamos nos ver, hein?hahahah
    Bjoooo

    Responder

  3. Opa! onde é que assino embaixo?

    Responder

  4. Desse jeito você será candidata FORTÍSSIMA a ganhar o TROFÉU CINDERELA, que institui como bom podólatra que sou. Show de bola!!!!
    Que pezinho bonitoooooo!!!

    Responder

  5. Caramba , comentei na matéria errada… rsss…

    Responder

  6. Posted by Rafaela on 1 de Novembro de 2010 at 2:12

    Achei o seu blog por acaso, sempre ouço vc na metrópole e adoro! Vc escreve muito bem e esse texto fez muito sentido pra mim, sou exatamente desse jeito e me sentia muito incompreendida, agora eu sei que existe no mundo alguém igual a mim, pelo menos nesse traço de personalidade que eu julgava que era so meu e me martirizava muito por isso… Bjo!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: